semanárioOSM 518

16/06/2020-22/06/2020

lead picture

Switch to different maps and Tools 1 | map data © OpenStreetMap contributors

Sobre nós

  • Desde a edição #516, também temos publicado em língua chinesa, mais precisamente em chinês tradicional como é falado e escrito em Taiwan. Estamos muito felizes e esperamos que, alcançando novos leitores na Ásia, possamos aumentar o entusiasmo pelo OpenStreetMap.

Mapeamento

  • Chuck Sanders está à procura (en) (tradução automática) de um consenso para sugestões (en) sobre etiquetagem ferroviária, em particular como usar report_marks=* e operador=*.
  • A discussão sobre a implementação de um aviso ao utilizador de um editor antes de carregar as alterações para uma área muito grande passou (en) para um ticket JOSM depois de ter recebido um grande eco na lista de discussão Talk. O ticket indica que o próximo lançamento do JOSM incluirá o aviso.
  • Florian Lohoff fez (de) (tradução automática) algumas visualizações interessantes que mostram as diferenças entre o OSM e os dados públicos na área de Colónia. Ele não mostra apenas edifícios em falta, mas também diferenças na classificação dos mesmos, como garagens ou subestações com apenas um building=yes.
  • Foi iniciada a votação para a proposta (en) de Garry Keenor de etiquetar as vias férreas com sistemas de eletrificação, utilizando o terceiro ou quarto carril.
  • A proposta (en) de Pelderson para um novo papel nas relações de rotas recreativas, nomeadamente alternative, excursion, approach e connection foi aprovada com 36 votos a favor, 1 voto contra e 1 abstenção.
  • Joseph Eisenberg atualizou (en) (tradução automática) a proposta existente (en) para man_made=qanat, um tipo de aqueduto subterrâneo para o abastecimento de água de uma forma tradicional e pede comentários.
  • Martijn van Exel encontrou uma importação TIGER e ofereceu um stream para “tentar desembaraçar esta confusão”.
  • A comunidade alemã lançou uma página wiki para o “Focus of the week¨ (de) (tradução automática). Lá, tarefas semanais de mudança são listadas e editadas. Na semana passada, por exemplo, os códigos postais foram verificados. O grupo organiza-se através do Telegram.

Comunidade

  • A Geomob Podcast publicou (en) uma entrevista com Harry Wood, do OpenStreetMap London.
  • O OpenStreetMap US implementou (en) (tradução automática) um Código de Conduta (en) (tradução automática) e definiu um Processo de Moderação (en) (tradução automática) para violações. O Código de Conduta aplica-se aos canais de comunicação específicos do OSM US, como o Slack, o OSM-US Github, o grupo OSM-US Facebook e eventos OSM-US, mas não aos canais de comunicação mundial e local do OpenStreetMap e OpenStreetMap de outras regiões.
  • Há vários comentários sobre a aquisição da Mapillary pelo Facebook:
    • Num artigo no medium.com, Joe Morrison perguntava (en) (tradução automática) porque é que o Facebook tomou conta da Mapillary. No mesmo artigo, ele lança alguma luz sobre os produtos Mapillary, que não são bem conhecidos na comunidade OSM. Joe apresenta aos leitores do artigo três razões para a aquisição ter sido realizada.
    • Harry Wood compara (en) a aquisição com a compra do GitHub pela Microsoft.
    • Ilya Zverev discute (ru) (tradução automática) as consequências da compra para o futuro/sustentabilidade da Mapillary. Ele adivinha que o Facebook pode assumir o poder sobre o OSM nos países ocidentais, como fez com o rastreamento de imagens de satélite baseadas em IA nos países em desenvolvimento.
  • A questão das características no mapa principal do OSM é tão regular como o Dia da Marmota. Desta vez um utilizador perguntou (en) (tradução automática) na Reddit porque os pontos de interesse não são clicáveis.

Fundação OpenStreetMap

  • O Grupo de Trabalho de Dados do OSM divulgou (en) (tradução automática) o seu relatório de atividades do primeiro trimestre de 2020.

Eventos

  • OSGeo, FOSSGIS e o OpenStreetMap estarão presentes (de) (tradução automática) na AGIT 2020 virtual, a maior conferência e feira anual da Áustria sobre geoinformação.
  • O SotM deste ano está à espreita e o Grupo de Trabalho do State of the Map está à procura de ajuda. Num post de blogue, o grupo de trabalho aponta (en) (tradução automática) os caminhos, com os quais os voluntários podem ajudar no evento online de 4 a 5 de julho de 2020.
  • A Universidade de Heidelberg, em cooperação com a Amnistia Internacional de Heidelberg, organizará (en) (tradução automática) um evento de mapeamento “Mapeamento dos Direitos Humanos” no dia 30 de junho de 2020.

OSM Humanitário

  • O Projeto Audacious (en) (tradução automática) anunciou que apoiará cinco projetos como parte do programa, incluindo o HOT. O HOT tem como objetivo (en) (tradução automática) mapear um total de mil milhões de pessoas em 94 dos países mais vulneráveis do mundo, nos próximos cinco anos. Na lista de discussão, Christoph Hormann lembra (en) (tradução automática) que o OSM não mapeia as pessoas, mas as estruturas que elas criam. No blogue da Mapbox, Mikel Maron olha para trás (en) (tradução automática) na história do HOT que ele co-fundou. Um longo FAQ (en) (tradução automática) lançado pelo HOT inclui alguns detalhes sobre o financiamento, os planos do HOT e o impacto no OSM, que vale a pena ser lido.

Mapas

  • A conhecida mapeadora Jidanni de Taiwan menciona que o mapa de fábricas ilegais em Farmland (tradução automática) feito pela ONG ambientalista, pretende a atenção de cidadãos interessados nas fábricas ilegais localizadas em Farmland, está a utilizar o OSM como um dos seus mapa-base. Há um problema sério de fábricas fora das áreas industriais e localizadas em terras agrícolas, em Taiwan.

Dados abertos

  • A Comissão Geoespacial do Governo do Reino Unido lançou (en) (tradução automática) a tão esperada Estratégia Geoespacial Nacional, no dia 16 de junho. Comentadores notáveis sobre dados geoespaciais abertos ficaram desiludidos. Estes são os pensamentos iniciais de Jeni Tennison (chefe do ODI), Owen Boswarva e Leigh Dodds. Richard Fairhurst pergunta-se se a comissão já ouviu falar do OpenStreetMap. Pelo menos o Ordnance Survey OpenData continua.

Releases

  • A API para a plataforma de análise da história do OpenStreetMap, que foi desenvolvida pelo Grupo de Pesquisa GIScience da Universidade de Heidelberg, chegou à (en) (tradução automática) versão 1.0.
  • QGIS 3.14 e 3.10.7 LTR (um lançamento a longo prazo) estão disponíveis para Download.

Sabia que…\Conhece…

  • … poderia banquetear-se com sarcasmo e fúria de nerds focados, seguindo @Anonymaps?
  • [1] … a extensão do navegador para ajudar a comunidade OpenStreetMap a acessar facilmente a diferentes mapas e ferramentas para analisar (en) (tradução automática) dados OSM?
  • Blender-OSM, um Add-on que adiciona OSM e dados do terreno ao Blender.

OSM nos média

  • John Stanworth escreveu uma introdução (en) ao OpenStreetMap para a Now Then, uma revista local de arte e cultura em Sheffield (a revista tem sido publicada através de uma app, durante a epidemia de Covid).
  • As contribuições do OpenStreetMap India têm sido bem cobertas neste artigo (en) (tradução automática).

Outras coisas “geo”

  • Tom MacWright, um nome familiar para muitos no OSM, escreve sobre ‘Ethics in Geo’ no seu blogue (en) (tradução automática). Como sempre, há uma discussão nas notícias de hackers (en) (tradução automática), incluindo a sugestão de outro proeminente OSMer de que a licença WTFPL tem o efeito de dissuadir ‘bandidos’ de usar software licenciado dessa forma.
  • A Garmin lançou (en) (tradução automática) detalhes sobre os seus novos dispositivos Edge-series Edge 130 e Edge 1030 Plus. Os novos dispositivos receberam algumas atualizações de funcionalidades, mas não oferecem novas funções inovadoras.
  • meinGrün, um webapp para encontrar espaços verdes, lança-se (de) (tradução automática) com duas áreas piloto, Dresden & Heidelberg, no dia 19 de junho.
  • A BBC informou (en) (tradução automática) sobre os esforços para mapear o fundo do mar. O artigo assume que o crowdsourcing também desempenhará um papel no mapeamento do fundo do mar, que ainda é, 81%, território desconhecido.
  • Os dados de mapas HD são importantes para quem está interessado em desenvolver a tecnologia de auto-condução automóvel. Apoiada pelo governo de Taiwan, a Universidade Nacional Cheng Kung encontrou (tradução automática) o Centro de Pesquisa de Mapas de Alta Definição (HDMRC), que ajudará o governo e a indústria a trabalhar em padrões, processamento de dados cartográficos e verificação de mapas HD em Taiwan.

Próximos eventos

Onde O quê? Data País
Guarda EuYoutH OSM Meeting (cancelled) 2020-06-24-2020-06-28 spain
Düsseldorf Düsseldorfer OSM-Stammtisch 2020-06-26 germany
Rennes Atelier découverte 2020-06-28 france
Praga Pražský mapathon 2020-06-30 czech republic
Montrouge Réunion des contributeurs locaux 2020-07-01 france
Estugarda Stuttgarter Stammtisch (online) 2020-07-01 germany
Cidade do Cabo HOT Summit (To Be Rescheduled) 2020-07-01-2020-07-02 south africa
Taipé OSM x Wikidata #18 2020-07-06 taiwan
Londres Missing Maps London 2020-07-07 uk
Lyon Rencontre mensuelle pour tous 2020-07-07 france
Berlim 145. Berlin-Brandenburg Stammtisch (Online) 2020-07-09 germany
Nantes Rencontre mensuelle 2020-07-09 france
San José South Bay Virtual Hack Night & Map Night 2020-07-09 united states
Munique Münchner Stammtisch 2020-07-14 germany
Kandy 2020 State of the Map Asia 2020-10-31-2020-11-01 sri lanka

Nota: Se pretender ver o seu evento aqui, por favor coloque-o no calendário. Só dados lá colocados aparecerão no weeklyOSM. Por favor, verifique o seu evento na nossa pré-visualização pública, e corrija-a se necessário.

Este semanárioOSM foi produzido por Elizabete, Nakaner, NunoMASAzevedo, Rogehm, Guillaume Rischard (Stereo), Supaplex, TheSwavu, derFred.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *