OSM semanal 510

21/04/2020-27/04/2020

lead picture

Ending syllables of German towns and villages 1 | © Tobias Kauer | © map data OpenStreetMap contributors

Mapeamento

  • alexkemp escreve em seu blogue sobre o seu trabalho no OSM, em complexas escolas com diversos campus, especificamente na Heath Mount School em Hertford, Inglaterra. No seu blogue, detalha os passos que deu com o JOSM para lidar com o mapeamento complexo.
  • CupIvan, um utilizador OSM da Rússia, criou um validador que mostra estações de correios no mapa. A cor laranja indica que os dados OSM estão errados ou incompletos e a cor azul indica que está tudo bem. Ele convida (ru) (automatic translation) a todos a juntarmo-nos ao seu pequeno mapathon e descobrir e completar todas as estações de correio da Rússia.
  • Andreea Banciu da Telenav anunciou um projeto para melhorar a navegação em Frankfurt e Rüsselsheim na lista de discussão local do OSM. O projeto visa a etiquetagem de ruas, restrições de alteração de direção dos veículos e a geometria dos caminhos. Ela pediu à comunidade OSM informações sobre outros canais de comunicação e fontes de dados locais OSM.

Comunidade

  • Existem diversos canais de comunicação OSM para os entusiastas. Um leitor informou-nos o canal “OSM World” discord ultrapassou os 1000 participantes. Se está interessado em juntar-se, o nosso leitor forneceu um link de convite.
  • Rohubi analisou (de) (automatic translation) no seu blogue de utilizador as diferenças entre perfis de elevação, que diferentes fornecedores determinaram a partir das relações de rotas OSM, mas em parte a partir de diferentes conjuntos de dados de elevação. É particularmente notório que os perfis dos caminhos assinalados são claramente aplanados, o que se deve ao modelo de dados de altitude ASTER, versão 2, utilizado .
  • ZKir publicou um vídeo review (ru) da app Street Compete, que é usada para editar OSM com um smartphone.

Fundação OpenStreetMap

Eventos

  • A reunião anual da associação OSM na Áustria, ocorrerá (de) (automatic translation) a 7 de maio de 2020, online no Jitsi. Os não-membros podem juntar-se ao evento.

Mapas

  • Notícias do “caresteouvert”
    • entretanto em 15 línguas, entre outras catalão e galego
    • oferece uma vista de lista e permite selecionar subcategorias
    • a app está disponível para Android e iOS com instruções em inglês, francês e alemão e todas as 15 línguas são suportadas
    • é agora possível adicionar dados sobre a disponibilidade de máscaras e gel desinfetante em farmácias e outras lojas, no entanto estes dados não são importados para o OSM, pois espera-se que mude regularmente; esta característica é útil para países onde as máscaras são obrigatórias.
  • Eric Gundersen (CEO da Mapbox) publicou, no Medium, um artigo “Alternate care sites to expand bed capacity in Los Angeles mapped by UrbanFootprint” (Locais de cuidados alternativos para expandir a capacidade de camas em Los Angeles, mapeados pela UrbanFootprint) que revela alguns mapas criados pela UrbanFootprint para combater a pandemia de Covid-19.
  • Dhelfer anunciou na Lista local da Alsácia e no twitter a disponibilidade de um servidor OSM com a renderização de nomes em alsaciano (name:gsw).
  • O utilizador austríaco gsa criou (de) (automatic translation) um mapa, que mostra as farmácias e se e com que frequência o site usa termos como homeopatia, sais Schuessler ou flores Bach, ou seja, as palavras alemãs Homöopathie, Schüsslersalze, Bachblüten, que ele apelida de “esotérico”.

switch2OSM

  • O ministro da Administração Interna da Ucrânia, Arsen Avakov publicou (ru) (automatic translation) um mapa de dos voos na zona de incêndios na zona de exclusão, à volta da central nuclear de Chernobyl. O mapa é baseado no OSM.
  • O Facebook criou um mapa da distribuição da COVID-19 nos EUA. O OSM é utilizado como mapa base.
  • O SpeedTest, serviço de medição de velocidade de internet, criou um mapa da implementação da rede 5G no mundo. O OSM é utilizado como mapa-base.

Programação

  • Ivan Begtin desenvolveu uma ferramenta para processamento de dados, utilizando a linha de comando undatum. esta ferramenta permite: converter, dividir, calcular a frequência, estatística e verificar dados em ficheiros CSV, JSON e BSON.
  • Rory McCann escreveu no blogue sobre um software que ele criou para elaborar heatmaps com dados OSM. No seu post, ele demonstra a funcionalidade, baseando-se na etiqueta sport=*.

Releases

  • Há um novo lançamento do Maputnik 1.7.0, pode ler sobre as novas funcionalidades no artigo do blogue.

Você sabia que…

  • … o Gerador de Procedimentos da Cidade, que cria cidades fictícias ao estilo americano de grelha.
  • … sobre o MapCraft? MapCraft é uma ferramenta para ser usada em festas de mapeamento, ou em qualquer outro momento que precise de colaborar com outras pessoas no OpenStreetMap.
  • Mapeador das NU? É uma nova comunidade, criada recentemente, mas que tem vindo a crescer, de mapeadores que contribuem para os esforços humanitários e de construção da paz das Nações Unidas (nós relatámos) através da edição de recursos OSM em países em desenvolvimento, com o objetivo de produzir melhores dados e mapas para as atividades operacionais diárias das nações Unidas. Um grande número de projetos de mapeamento está disponível no Gerenciador de Tarefas em “Mapeadores das Nações Unidas”.

OSM na mídia

  • Kylie do Instituto de Tecnologia do Massachusetts (MIT) noticia os esforços para utilizar uma plataforma aérea Lidar em conjunto com algoritmos de inteligência artificial para identificar o estado das estradas, após um desastre,para permitir novas rotas em torno de estradas intransitáveis. A rede rodoviária identificada com anomalias reconhecidas é fundida com um OpenStreetMap para criar uma rede utilizável para o planeamento de rotas alternativas.

Outros assuntos “geo”

  • A infraestrutura Sidewalk (ou pavimentação) tem um impacto significativo na facilidade de distanciamento social para os seus utilizadores. Duas iniciativas esta semana mapeiam a largura dos passeios na cidade de Nova Iorque e Paris. Em muitas áreas dos passeios de ambas as cidades, estes são frequentemente demasiado estreitos para que os peões possam passar, permitindo ao mesmo tempo a distância física desejada (1,5-2 metros ou 6 pés). Historicamente, o mapeamento das larguras dos passeios tem sido um desporto minoritário no OSM. Agora, é o momento de recolher esta informação.
  • O cartógrafo Daniel Huffman escreveu no blogue sobre o projeto que agora terminou, Um Atlas de Rios Norte-Americanos, um interessante atlas dos maiores rios dos Estados Unidos da América.
  • A Citylab pediu às pessoas que desenhassem mapas dos mundos a que podem aceder durante o confinamento. Desenharam-se plantas de pequena dimensão, passeios “higiénicos”, e as pessoas de quem sentem falta.
  • Roger Kain publicou no Talking Humanities um artigo “Como fazemos mapas e porquê”, referindo a história da cartografia. Ele refere-se à página Projeto História da Cartografia onde podemos encontrar links para livros desde a “Cartografia na Pré-história, Antiga e Medieval” até à “Cartografia no Século XX”.
  • [1] O fim está próximo é muitas vezes (mal) utilizado.Desta feita, Tobias Kauer utilizou o termo para rotular o seu mapa que permite visualizar as sílabas finais dos nomes de cidades e vilas alemãs.
  • A 20 de abril de 2020 protestos online (ru) (automatic translation) aconteceram em algumas cidades russas. Os cidadãos expressaram o seu desagrado pelas politicas governamentais, deixando mensagens com as suas exigências na app Yandex.Navigator. As mensagens concentraram-se nas praças próximas dos edifícios das autoridades.

Próximos eventos

Varios encuentros fueron cancelados – por favor revise el Calendario en la página wiki.

Nota: Quer ver seu evento publicado aqui? Então adicione-o no calendário. Apenas os dados que forem inseridos lá aparecerão no weeklyOSM. Por favor, verifique as informações de seu evento através da pré-visualização pública, e corrija-a, e corrija-a se necessário.

Este semanalOSM foi produzido por Nakaner, NunoMASAzevedo, Rogehm, Silka123, SunCobalt, TheSwavu, derFred, lucaslasota.