OSM semanal 523

21/07/2020-27/07/2020

lead picture

Proteção Civil de Portugal usa OSM – com atribuição 😉 1 | © Civil Protection Portugal | Map data © OpenStreetMap contributors

[Categoria atual]

  • Dorothea lembra-nos ((en)/(pt)) de celebrarmos o 16º aniversário do OSM, dando alguns contributos de como isso poderia ser feito!

Sobre nós

  • Feliz Aniversário OSM-Wochennotiz! Foi há dez anos atrás que o primeiro número ((de)tradução automática) do Wochennotiz foi publicado esta semana.

Mapeamento

  • Matthew Woehlke propôs (en) a nova etiqueta sport=four_square para um esporte chamado Four square ((en)/(pt))
  • A proposta (en) de Michael Montani de introduzir uma etiqueta natural=bare_soil para “uma área coberta por solo, sem qualquer vegetação” está atualmente aberta à votação até 2020-08-07.
  • Após o anúncio da Comissão Geoespacial Britânica de que identificadores únicos para endereços e ruas ficariam disponíveis como dados abertos (relatamos anteriormente), foram produzidas propostas para ref:GB:uprn (número de referência único de propriedade) e ref:GB:usrn (número único de referência de rua). A discussão tem tido lugar nas listas de discussão ((en)/(pt)) e de etiquetagem ((en)/(pt)).
  • JesseFW forneceu-nos ((en)/(pt)) uma explicação sobre o porquê de as linhas costeiras em Carto não terem sido atualizadas desde janeiro de 2020. Parece que a atualização da linha da costa foi outra vítima da guerra de edição do Rio de la Plata (que relatamos anteriormente).
  • O utilizador mahdi1234 publicou ((en)/(pt)) um guia para principiantes para visualizar as mudanças no OSM ao longo do tempo. Ele mostra, detalhadamente, como criar um lapso de tempo com os dados do OSM.

Comunidade

  • Christoph Hormann opõe-se ao enquadramento dos adeptos do mapeamento artesanal no OpenStreetMap como conservadores contra a mudança. Ele sente que isto é parte de uma nova narrativa que está a ser comunicada na política do OpenStreetMap; ou seja, a necessidade de mudança no OpenStreetMap e da oposição conservadora dos mapeadores artesanais contra ele.
  • Steven conversa com a recente oradora principal da FOSS4GUK, María Arias de Reyna, engenheira de software sênior da Red Hat e ex-presidente da Open Source Geospatial Foundation. Lida com o trabalho atual de María,a sua recente palestra no FOSS4GUK, mas também com o síndrome do impostor, e ficção científica.
  • Øukasz contou a sua experiência de duas interações recentes com CartONG, uma com o desenvolvimento de um esquema de marcação para campos de refugiados e a outra com a importação de um conjunto de dados do ACNUR sobre campos de refugiados. Léonie Miège, do CartONG, respondeu num comentário de blogue.
  • Richard Fairhurst anuncia um novo guia para o proprietário dos dados para contribuir com o OSM. É um resultado da cooperação com dois conselhos locais no Reino Unido, que foram recentemente financiados pelo Open Data Institute para investigar o uso e a contribuição para dados de mapas abertos de origem pública, como o OSM.
  • A Open Street Map US publicou o seu boletim informativo de julho de 2020.
  • A Remodelagem do Museu Paulista (Museu do Ipiranga), em São Paulo/SP, para o OpenStreetMap e Wikipedia, utilizando o editor JOSM mostra o antes, o processo e o resultado. A prévisualização 3D no início e no final do vídeo é do site F4Map e, durante a modelagem, no Kendzi3D dentro do editor JOSM.

Importação de dados

  • Alex Hennings analisou o Facebook e a proposta da ESRI de ‘não importar’ (relatamos anteriormente) conjuntos de dados ArcGIS através do RapiD ou JOSM MapWithAI plugin e percebeu que estão desejosos de o fazer. Particularmente preocupante foi a falta de uma revisão solicitada pela comunidade na lista de emails de importação-us.

Fundação OpenStreetMap

  • A direção da OSMF gostaria de consultar a comunidade sobre os seus planos de contratação de um Engenheiro Sénior de fiabilidade de sites. Esta é a primeira posição baseada na estrutura de contratação que osmf-talk discutiu há alguns dias.

Eventos

  • Os Anais dos registos académicos do State of the Map 2020 foram publicados.

OSM Humanitário

  • A HOT está a realizar uma pesquisa online com pessoas que utilizaram RapiD para descobrir quais foram as suas experiências. Os dados serão utilizados para entender como o RapiD poderia tornar-se mais acessível e utilizável para uma variedade de utilizadores.

Mapas

  • Nuno Caldeira felicitou, através do Twitter, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil de Portugal pela utilização de dados OpenStreetMap, e a correta atribuição dos mesmos, num tweet sobre um incêndio florestal de grandes dimensões, ocorrido na semana passada em Portugal.
  • Taiwan (Formosa), uma nação do Extremo Oriente com estatuto político especial, tem muitas ilhas periféricas. A Ilha Dadan, em Kinmen, é uma das mais remotas ilhas. MG, o cartógrafo italiano partilha o site de informação de Kinmen que ele criou, O Projeto Kinmen Rising no canal OSM Taiwan Telegram, mostrando fotos da sua viagem com o OSM como mapa base, e claro que ele contribuiu muito com POI na ilha.

Software

  • Um trabalho de pesquisa analisa a crescente quantidade de informação espaço-temporal livremente disponível (como imagens aéreas) para apoiar e orientar os mapeadores no seu trabalho: Redes neurais artificiais identificam regiões de interesse onde é provável que a MAPE precise de atualização.
  • Venkanna Babu Guthula lançou a Label-Pixels, uma ferramenta para segmentação semântica de imagens de deteção remota, usando redes totalmente convolucionais (FCNs), projetadas para extrair a rede rodoviária de imagens de deteção remota.

Releases

  • Sarah Hoffmann anuncia o lançamento 1.3.0 de osm2pgsql com a adição da nova saída flexível (ainda experimental). Jochen Topf, o principal contribuidor para esta versão, explica como este pormenor dá mais flexibilidade ao exportar dados do OSM para o PostgreSQL.
  • O editor iD foi atualizado e agora tem sistema touch, para que possa ser utilizado em tablets (tamanhos de tela de Smartphone ainda não são totalmente suportados). Outros destaques são as verificações de qualidade integradas e a edição multiseleção.
  • Com o lançamento da última versão do iD, o ‘locator overlay’ traz uma sobreposição semi-transparente quando se faz zoom out. Através do OpenStreetMap editor-layer-index, a nova overlay está agora disponível no OpenStreetMap.org, e em breve no HOT Tasking Manager e outras instâncias do iD. Anteriormente era difícil encontrar localizações no iD.

Você sabia que…

  • … Finde.cash exibe bancos e caixas multibanco com as respetivas redes de caixas multibanco num mapa? Também oferece planeamento de rotas a pé, de bicicleta ou de transportes públicos, e quatro opções de fundo, incluindo Mapa de Ciclo Aberto. Os ATMs em falta podem ser inseridos diretamente O mapa é mundial, mas o menu só está disponível em alemão.
  • MyOSMatic, o serviço web gratuito para gerar mapas de cidades, utilizando dados OSM, que estão disponíveis em PNG, PDF e SVG, prontos para impressão? Os menus estão disponíveis em 25 idiomas.
  • … OSM Quality Ranking (Beta) avalia e classifica a qualidade OSM de 51 cidades dos EUA, verificando as geometrias das estradas, as etiquetas das estradas e as relações?

Outros assuntos “geo”

  • As coleções de mapas da Sociedade Histórica do Brooklyn incluem mais de 1.500 mapas históricos digitalizados que se estendem do século XVII até ao presente.
  • Nathanael Peterlini examinou (tradução automática) a dificuldade que os cartógrafos enfrentam quando tentam agradar a todos os seus utilizadores e a todos os seus pontos de vista políticos. Eles olham para os casos do Kosovo e da Palestina e como eles são tratados pela Apple, Google e OSM.
  • Garmin foi vítima de um ataque na rede. Como resultado, muitos dos seus serviços online foram interrompidos ou ainda estão.
  • Uma atualização no Google Maps permitiu aos ciclistas estacionados em cidades como Chicago, Montreal e Londres verem as direções de fio a pavio para a sua viagem, integradas com a disponibilidade de bicicletas e lugares de parqueamento. Cities Today deu algum relevo ao novo serviço.
  • A Tagesspiegel entrevistou 21.000 pessoas sobre o que as assusta nas ruas e como devem ser as ciclovias de Berlim no futuro. Os resultados são explicados (tradução automática) através de uma série de gráficos.

Próximos eventos

undefined undefined undefined undefined
Londrez London Missing Maps Mapathon (ONLINE) 2020-08-04 uk
Mannheimn Mannheimer Mapathons – Treffen im Luisenpark 2020-08-04 deutschland
Stuttgart Stuttgarter Stammtisch 2020-08-05 germany
San José Civic Hack & Map Night (online) 2020-08-06 united states
Taipei OSM x Wikidata #19 2020-08-10 taiwan
Hamburg Hamburger Mappertreffen 2020-08-11 germany
München Münchner Stammtisch 2020-08-12 germany
Berlin 146. Berlin-Brandenburg Stammtisch 2020-08-14 germany
Zürich 120. Mapping-Party/OSM Meetup Zurich 2020-08-15 switzerland
Cologne Bonn Airport 130. Bonner OSM-Stammtisch (Online) 2020-08-18 germany
Lüneburg Lüneburger Mappertreffen 2020-08-18 germany
Köln Köln Stammtisch ggf. ONLINE 2020-08-19 germany
Kandy 2020 State of the Map Asia 2020-10-31-2020-11-01 sri lanka

Nota: Quer ver seu evento publicado aqui? Então adicione-o no calendário. Apenas os dados que forem inseridos lá aparecerão no weeklyOSM. Por favor, verifique as informações de seu evento através da pré-visualização pública, e corrija-a, e corrija-a se necessário.

Este semanalOSM foi produzido por Anne Ghisla, MatthiasMatthias, Nakaner, Nordpfeil, Rogehm, TheSwavu, derFred, lucaslasota.