semanárioOSM 513

12/05/2020-18/05/2020

lead picture

Rastreamento de alterações no magOSM 1 | © Magellium, OpenLayers | map data © OpenStreetMap contributors

Mapeamento

  • Imagens da Mapillary foram utilizadas pela comunidade ucraniana para mapear mais de mil lombas de velocidade, em Kiev.
  • No Twitter, muramoto publicou screenshots de duas ferramentas. O Street-level POI Viewer exibe POIs da OSM e da Wikipedia sobre imagens Mapillary. Ele também aponta para outra ferramenta que permite o cálculo dos ângulos e distâncias, também baseado na Mapillary e um mapa-base OSM. Pode usar os dois valores para determinar a altura com a calculadora fornecida, online. Os arquivos do projeto estão disponíveis no GitHub.
  • Pascal Neis chama a atenção para a elevada percentagem de mapeadores remunerados. Ele indica, especificamente, a Índia, país onde 8 dos 10 maiores mapeadores trabalham para o Facebook.
  • Ty S pretende (en) (tradução automática) marcar áreas de perigo com cães e, por isso, criou uma proposta (en) para dog_warning=*.
  • O utilizador steva queria usar (en) (tradução automática) boundary=administrative para uma série de entidades do governo local em Connecticut. Isto levou a discussões longas e envolventes tanto sobre as listas de discussão (en) (tradução automática) como sobre a etiquetagem, no que se refere ao que se qualifica como fronteira administrativa.
  • Bob Gambrel pede (en) (tradução automática), na lista talk-us, aconselhamento sobre caminhos para motas de neve.
  • NetWormKido convida (ru) (tradução automática) que todos se possam juntar à sua iniciativa de desenhar estradas em povoações do Distrito Federal Russo Privolzhskiy, que atualmente não estão ligadas no OSM ao resto do mundo. A tarefa está no MapRoulette.
  • O utilizador b-unicycling está interessado em nomes no terreno, na Irlanda. Como parte de uma atividade da Sociedade Arqueológica local, em Kilkenny, eles têm recolhido (en) (tradução automática) nomes no terreno, utilizando os Field Papers. Também publicaram (en) (tradução automática) um umap, mostrando todos os lugares existentes na Irlanda onde os nomes de campos individuais foram adicionados ao OSM.

Comunidade

  • fr1 (utilizador da Rússia) realizou (ru) (tradução automática) uma experiência. Ele gravou simultaneamente uma faixa GPS com um smartphone normal e com um da nova geração, que usa um receptor GPS de duas frequências.
  • O podcast Nodes and Ways publicou o seu 3.º episódio (en). Desta vez, com o convidado Ciarán Staunton, que nos fala sobre o mapeamento na Irlanda, particularmente da campanha #osmIRL_buildings (en).
  • A pandemia da Covid-19 forçou a humanidade a fazer uma pausa nas suas atividade. A Universidade de Côte d’Azur, em colaboração com a CartONG convida (fr) (tradução automática) os habitantes do planeta a alimentarem um mapa dos fenómenos naturais e das acções de solidariedade que surgiram neste período. Pede-se aos colaboradores que se lembrem também do melhor. Nasce o projecto Open map of the global pause (Mapa aberto da pausa global) (fr). Adicione-lhe uma foto!
  • Rovastar indica (en) (tradução automática) que o número de mapeadores diários atingiram um novo pico de 6999, no dia 12 de maio. A barreira dos 7000 foi quebrada, dois dias depois, estabelecendo um novo recorde de 7209.
  • Sergey Astahov refletiu (ru) (tradução automática), no seu diário, sobre os recetores GPS, os movimentos das placas litosféricas e como isto afeta o OSM.
  • OSM Kosovo, em colaboração com a FLOSSK, realizou (en) uma série de workshops virtuais, durante os últimos dois meses, sobre o OpenStreetMap e a Wikidata com estudantes locais do ensino secundário. Eles foram apresentados aos projetos e ensinaram como editá-los corretamente.
  • Valeriy Trubin continua a sua série de entrevistas com os OSMers. Desta feita, ele conversou com Dmitry Lebedev (ru) (tradução automática) sobre a utilização do OSM para pesquisa e com Darafei Praliaskouski (ru) (tradução automática) sobre o trabalho da Fundação OSM.

Fundação OpenStreetMap

Eventos

  • A AGIT deste ano, uma conferência e feira anual de geoinformação austríaca, ocorrerá (de) (tradução automática) entre 6 e 10 de julho de 2020 e será virtual. Ainda está em consideração se o OSM e o OSGeo serão apresentados.
  • O Conselho Transatlântico (en) dos Escuteiros da América organizou um Desafio de um Mapathon Virtual (en) de cinco dias, permitindo aos Escuteiros do Mar (en) completar os requisitos de serviço comunitário, completando tarefas no Gerenciador de Tarefas HOT.
  • Os eventos Geomob, organizados pela OpenCage e pela Mappery, aconteceram em Londres, Munique e Barcelona. Desde o Coronavírus, as palestras, sempre com um tema geográfico como pano de fundo, têm acontecido online. Oradores comerciais e não-comerciais, de fonte aberta e fechada relatam o seu trabalho. A próxima conferência online terá lugar no dia 10 de junho. Todos são bem-vindos, mas quem estiver interessado em participar deverá inscrever-se no boletim mensal.

Mapas

  • Julien Minet apresenta o OpenArdenneMap, um estilo cartoCSS optimizado para várias escalas de mapas topográficos. O estilo está disponível no github.
  • O recente lançamento do osm2pgsql flex backend por Jochen Topf foi discutido, no geral (en) (tradução automática), por Adrien Pavie e, muito especificamente (en) (tradução automática), por Styxman para se poder lidar com rotas de autocarros.
  • A Universidade de Heidelberg parou (en) (tradução automática) de utilizar o seu servidor de camadas Mapsurfer.NET devido a dificuldades organizacionais.

switch2OSM

  • O Portal do Turista (ru) da República da Mordóvia (região na Rússia) utiliza o OSM como mapa-base. Infelizmente, o site não especifica a atribuição corretamente.
  • Uma equipa de urbanistas russos começou (ru) um projeto GIS (ru) público de análise de rotas de transportes públicos. Até ao momento, em Moscovo apenas o OSM tem sido utilizado como base do projeto. No presente, estão a angariar fundos (ru) (tradução automática) para um maior desenvolvimento do projeto.

Software

  • [1] A empresa francesa Magellium anuncia (fr) (tradução automática) em talk-Fr um novo portal web “Tracking changes” para o projecto magOSM. Cerca de vinte temáticas estão disponíveis na França metropolitana durante os últimos 30 dias. A base de dados, utiliza os ativadores PGSQL nas tabelas osm2pgsql para detetar e armazenar as alterações antes de as analisar. O código fonte publicado é de licença livre.
  • Nós escrevemos anteriormente sobre o programa de código aberto OpenDroneMap que pode ser usado para montar ortofotomapas. Este artigo (ru) (tradução automática) explica como fazer este aplicativo funcionar.

Programação

  • Num post de blogue, Mikel Maron, líder da equipa da Comunidade Mapbox, membro do conselho do HOT e da OSMF, publicou (en) (tradução automática) uma entrevista com Felix Delattre, o responsável pelo desenvolvimento do Gerenciador de Tarefas, sobre detalhes técnicos e outras informações sobre a nova versão da ferramenta amplamente utilizada do HOT.
  • Em Março, Paul Norman relatou (en) (tradução automática) aos responsáveis pelo desenvolvimento do QGIS que uma característica específica (fundos de camadas XYZ) consomem muito mais slippy map tiles do que o necessário. Agora o QGIS representa 5% de todos os pedidos nos principais servidores OSM. O programador QGIS elpaso apresentou agora um pedido de extracção com uma correcção que deverá ser incluída no lançamento iminente do QGIS 3.14. A correcção também fornece backport patches para duas versões anteriores: 3.10 e 3.12
  • A OpenMapTiles fornece uma atualização (en) (tradução automática) sobre os desenvolvimentos recentes (com o título um pouco enganador de “O Futuro do Projeto OpenMapTiles”) com o seu conjunto de software. Uma mudança significativa, pois está-se a afastar o uso do MapnikVT para uma função nativa PostGIS ST_AsMVT que simplifica o conjunto e deve ser mais eficiente. Agora, também executam testes de integração contínua, após cada mudança de código ser integrada.

Releases

  • Tradutores da América Latina produziram uma versão espanhola (es) das “Mapping routes” (en), documentação da Associação Trufi sobre como mapear rotas de transporte informal. (tradução automática)
  • HeiGIT, o Grupo de Pesquisa de GISciência da Universidade de Heidelberg anunciou (en) (tradução automática) o lançamento da versão 1.0 da sua API para a plataforma de análise da história do OpenStreetMap, apelidada ohsome (en). O projeto ohsome tem como objetivo tornar os dados do histórico do OSM completo e com edições mais facilmente acessíveis.
  • O Trail Router, um serviço que ajuda os utilizadores a encontrar novas rotas, melhorou a sua funcionalidade para evitar colinas. Um post no blogue detalha (en) as mudanças que foram feitas para melhorar a sensibilidade da opção e a nova possibilidade de instruir o recurso para evitar colinas, mesmo recebendo múltiplas sugestões. (tradução automática)
  • Martijn van Exel fixou o seu mapa, apelidado de OSM Then And Now (OSM Antes e Agora), que compara o OSM de outubro de 2007 com o de hoje.

Sabia que…Conhece…

  • … como mapear marcadores permanentes de percursos de orientação? Uma conversa no twitter entre Gregory Marler e Ollie O’Brien, líder e responsável pela manutenção do OpenOrienteering Map, fornece algumas dicas úteis.

OSM nos média

  • O jornal online New Indian Express noticia (en) a forma como mais de 1000 estudantes voluntários estiveram a adicionar pormenores ao OpenStreetMap, através da iniciativa Mapathon Keralam, da Missão de TI do Estado de Kerala. (tradução automática)

Outras coisas “geo”

  • Na pequena povoação de Quiliano (no norte de Itália) a polícia local teve de instalar (it) (tradução automática) sinais de trânsito para avisar os caminonistas que não seguissem as instruções do Google Maps, pois frequentemente os camiões não conseguem passar ou causam filas de trânsito por seguirem por ruas demasiado estreitas.
  • Os pedidos de liberdade de informação revelaram a terminologia oficial (en) (tradução automática) para muitas das paragens de autocarro em Londres. Tim Dunn resume visualmente os pontos-chave no twitter.
  • Peter Rushforth informa (en) (tradução automática) sobre a reabertura para a apresentação de intervenções para o workshop W3C – OGC online, sobre a padronização de mapas (en) (tradução automática). O evento está planeado para a semana de 21 de setembro a 2 de outubro de 2020 e ocorrerá numa estrutura que permitirá uma participação global.
  • O site IanVisits apresenta (en) (tradução automática) um artigo de um mapa de árvores em Londres. O mapa TreeTalk ajuda-o a responder à pergunta “Que tipo de árvore acabou de passar?”. Não é óbvio no mapa, mas os dados vêm da Greater London Datastore que publicou dados abertos (en) (tradução automática) sobre árvores de rua em 2016.
  • O The Guardian entrevistou (en) (tradução automática) o designer gráfico eslovaco Martin Vargic que criou simpáticos mapas ficcionais, como foi o caso de “Britannia Under the Waves” (Grã-Bretanha sob as ondas), “Map of Literature” (Mapa de Literatura), “Map of Festivals” (Mapa de festivais) ou “Map of common Foods” (Mapa de comidas comuns).
  • O The Guardian apresenta (en) cinco das melhores apps de mapas. (tradução automática)
  • Ride with GPS anuncia (en) que a Garmin desenvolveu o Varia, um primeiro sistema de radar e luzes inteligentes para bicicletas com visão traseira, para criar um ambiente de ciclismo mais seguro, avisando os ciclistas dos veículos que se aproximam por trás, ao mesmo tempo que alerta os veículos que se aproximam de um ciclista, à frente. Os utilizadores do gps têm agora a possibilidade de ligar estas unidades Garmin com a sua aplicação móvel Ride with GPS.
  • A operadora móvel russa Beeline lançou (ru) (tradução automática) uma geoplataforma “Save the bees” “Salve as abelhas” (ru) (tradução automática). Com esta plataforma, querem apresentar (ru) os proprietários dos campos e os apicultores uns aos outros para que possam trocar informações, o que ajudaria a evitar a morte das abelhas, pelos químicos que são utilizados nos campos.
  • Mais de três mil novas estações de combustível foram adicionadas (ru) (tradução automática) à Yandex.Zapravki (ru) (tradução automática), o serviço que permite pagar o combustível sem sair do carro.

Próximos eventos

Onde O quê? Data País
Düsseldorf Düsseldorfer OSM-Stammtisch 2020-05-27 germany
Biella Incontro mensile 2020-05-30 italy
Londres Missing Maps ONLINE London Mapathon 2020-06-02 united kingdom
Estugarda Stuttgarter Stammtisch 2020-06-03 germany
Arlon Atelier ouvert OpenStreetMap 2020-06-03 belgium
Rennes Réunion mensuelle 2020-06-08 france
Taipé OSM x Wikidata #17 2020-06-08 taiwan
Lyon Rencontre mensuelle 2020-06-09 france
Munique Münchner Treffen 2020-06-11 germany
Zurique 117. OSM Meetup Zurich 2020-06-11 switzerland
Berlim 144. Berlin-Brandenburg Stammtisch 2020-06-12 germany
Cidade do Cabo HOT Summit 2020-07-01-2020-07-02 south africa
Kandy 2020 State of the Map Asia 2020-10-31-2020-11-01 Sri Lanka

Nota: Se pretender ver o seu evento aqui, por favor coloque-o no calendário. Só dados lá colocados aparecerão no weeklyOSM. Por favor, verifique o seu evento na nossa pré-visualização pública, e corrija-a se necessário.

Este semanárioOSM foi produzido por Elizabete, NunoMASAzevedo, Rogehm, SK53, Silka123, SunCobalt, TheSwavu, derFred.

Navigation