semanárioOSM 543

08/12/2020-14/12/2020

lead picture

OpenCage Geocoder 1 | © OpenCage | map data © OpenStreetMap contributors

Sobre nós

  • Após publicar uma edição semana após semana, sem interrupção desde o número 219 em setembro de 2014, os números 544 e 545 estarão em pausa em algumas versões linguísticas. Os números que aparecerão serão publicados com conteúdo reduzido, pois não podemos editar todas as fontes devido à escassez de pessoal. Se alguém quiser ver uma mensagem muito urgente publicada, por favor, não se esqueça de usar o acesso de visitante.

Mapeamento

  • A etiqueta healthcare=vaccination_centre (en) foi proposta (en) > pt para mapear um centro de vacinação. Pode ser utilizada com a etiqueta recentemente aprovada vaccination=* que pode especificar a vacinação específica, por exemplo vaccination=covid-19.
  • A votação da proposta (en) sobre electricity=* foi prematuramente cancelada. Cerca de 70 por cento votaram contra a proposta.
  • O utilizador Espen propõe (en) a etiqueta hazard=* para mapear, principalmente, locais perigosos que são avisados com sinais de trânsito. A proposta retoma uma proposta inacabada de 2007 e a utilização da etiqueta em mais de 30.000 casos.
  • AntMadeira apresentou a proposta (en) para a criação da chave wait, que se aplica ao esquema lanes:. A proposta encontra-se aberta a discussão.
  • A proposta interessante para crossing=priority (en) foi inativada por agora.

Comunidade

  • Infelizmente, Olivier Courtin faleceu. Olivier fez contribuições substanciais para https://github.com/mapbox/robosat depois de se ter tornado código aberto, e iniciou o robosat.pink e neat-eo para impulsionar a aprendizagem de máquinas no domínio geoespacial.
    Sempre fez da educação da comunidade de geo-dados abertos uma prioridade, e deu vários palestras nas conferências OpenStreetMap. Sentiremos a sua falta.
  • Um canal Matrix/element/riot.io para o OpenStreetMap México foi criado para tentar revitalizar a comunidade OSM.Há também uma sessão de planeamento no trabalho para definir um padrão para a nomenclatura das ruas.

Fundação OpenStreetMap

  • Heather Leson escreve no seu blogue que a OSMF e o OSM precisam priorizar a diversidade e a inclusão em posições de poder e gestão. Ela e outras pessoas signatárias recomendam a renovação e implementação de um Código de Conduta do OSM e cumprem as próximas etapas recomendadas para um OSM e OSMF diversificados e inclusivos. Eles querem que a OSMF se pergunte: ela existe para servir quem? Como podemos ser mais abertos? Se quiser assinar esta declaração, pode fazê-lo aqui e o seu nome será adicionado ao documento.
  • Allan Mustard partilha (en) > pt a decisão tomada pelo Conselho da OSMF sobre a atual controvérsia na mailing list osmf-talk sobre linguagem misógina e comportamento da mailing list para as comunidades OpenStreetMap e OSMF.
  • Heather Leson responde (en) > pt na mailing list, apontando dificuldades e problemas que as mulheres enfrentam todos os dias e que elas têm que pedir (exigir) e mostrar que os seus direitos devem ser iguais e que se preocupem com ações e/ou comentários de teor de género. Ela também expressou que muitas das pessoas que assinaram o documento “A Call to Take Action and Confront Systemic Offensive Behaviour in the OSM Community” não participam da discussão da lista de discussão devido ao medo de tornarem alvos. Ela chama toda a comunidade a trabalhar em conjunto com o objetivo de encontrar um meio-termo para ser verdadeiramente diverso e inclusivo.Clay Smalley responde (en) > pt sobre o fio condutor, apontando que a falta de discussão por parte dos não-homens é um facto inegável e dizendo que a explicação mais simples para isso é a hostilidade institucional sistemática para com as mulheres na comunidade OSM. Eles dizem que as próprias respostas são a melhor prova disso.

    Celine Jacquin responde (en) > pt com um email detalhado à longa discussão, explicando, entre outras coisas, que as mulheres, dos países do sul estão materialmente limitadas a participar em todas as atividades que gostariam, em particular as atividades de alto nível como a participação no conselho por causa da agressividade de qualquer tipo, direta ou indireta.

    Kathleen Lu responde (en) > pt, dizendo que o volume de ataques e o tom hostil contra Celine em reação ao documento que ela partilhou demonstra exatamente porque a OSM não é uma comunidade acolhedora para a maioria das mulheres.

    Emily Eros escreve (en) > pt que um Código de Conduta já deveria ter sido elaborado há muito tempo e que, embora ela possa não fazer uma boa escolha de algumas palavras, ela não pode realmente concordar mais com este ponto e ficaria feliz em contribuir para este esforço.

  • Harry Mahardhika M. partilha (en) > pt, no seu diário, os seus esforços no Conselho OSMF e na Comunidade OSM fazendo referência ao documento intitulado “A Call to Take Action and Confront Systemic Offensive Behaviour in the OSM Community” e o seu flashback para várias conversas com os seus colegas e membros da equipa sobre a situação na comunidade OSM.
  • Arnalielsewhere partilha (en) > pt, na sua agenda, o seu ponto de vista sobre a questão de porque é que as MULHERES estão a pressionar para um espaço seguro e inclusivo no OSM.
  • Nicolas Chavent partilha (en) > pt no seu diário, os seus pensamentos sobre o “Call to Take Action and Confront Systemic Offensive Behavior in the OSM Community”. Ele acha que a chamada criada na comunidade é mais consciente, se não um novo ethos que provavelmente resultará em mais atenção à violência real/potencial na comunicação, embora a mistura das várias situações minoritárias dificulte a sua eficácia crítica, ao mesmo tempo que a torna menos fácil para agir. Ele aconselha que, antes de aplicar um CdC, a questão da violência na comunicação deve ser trabalhada dentro da política existente da OSMF (Etiqueta), uma vez que não tem sido utilizada até agora em todo o seu potencial. Ele também gostaria de lembrar que a ideia de estabelecer/forçar um CoC para a OSMF e através dos espaços de conversação da OSMF tem sido colocada pela HOT US Inc desde 2015/2016, com o objetivo de replicar o CoC colocado em prática na ONG para controlar os membros e ativado apenas para se livrar de uma minoria de membros que criticam a implementação de um modelo vertical dentro da organização.
  • Aqui estão (en) > pt os resultados detalhados da eleição do conselho da OSMF e as resoluções propostas.

Notícias de capítulos locais

OSM Humanitário

  • O Heidelberg Institute for Geoinformation Technology (HeiGIT gGmbH) anuncia (en) > pt que atua como parceiro do “Anticipation Hub”, lançado a 9 de dezembro de 2020, logo desde o início.
  • Refletindo sobre o HOT e a Comunidade de Mapeamento Humanitário, o Diretor Executivo do HOT, Tyler Radford, fez os comentários finais (en) > pt da Conferência Humanitária OpenStreetMap 2020.

Dados abertos

  • ШТОСМ (ru) > pt uma visão geral interessante sobre o descarregamento da base de dados OSM completa, utilizando um torrent e os desenvolvimentos mais recentes.

Software

  • Moritz Tremmel e Sebastian Grüner descrevem (de) > pt as versáteis possibilidades da aplicação OsmAnd, também em comparação com o Google Maps.

Programação

  • Mapbox GL JS já não é um software livre (en) > pt.
    • Paul Ramsey comenta (en) > pt a mudança no seu blogue.
    • Ilya Zverev escreve (ru) en > pt sobre a derivação, bibliotecas alternativas e comentários sobre o desenvolvimento da Mapbox.
    • Paul Norman reage (en) > pt na mailing list do OSM-Dev dizendo que coloca em espera o projecto OpenStreetMap Cartographic (en).
    • O novo projecto MapLibre (en) > pt quer manter uma derivação livre e de código aberto da Mapbox GL JS 1.x, o que poderá fazer com que Paul reconsidere a sua decisão.
    • Steve Bennet afirma num tweet (en) que a atribuição em falta da Mapbox GL por Azure Maps pode ter sido uma causa para a decisão da Mapbox. A própria atribuição de dados do OpenStreetMap pela Mapbox tem sido controversa.

Sabia que…Conhece…

  • … o The Siberian Times está a relatar (en) que direções defeituosas do Google Maps podem ter desempenhado um papel num trágico incidente mortal na Yakutia, Sibéria, o lugar mais frio do mundo? O Google Maps tem desde então mudado as suas direcções (en). O encaminhamento OpenStreetMap OSRM parece felizmente mostrar o caminho correcto.
  • … pode fazer download (en) de pedaços de dados OSM por país ou região da Geofabrik? Eles também têm outras ferramentas muito úteis, disponíveis.
  • … as patentes atribuídas à Mapbox, Inc.? (via @cartocalypse no Twitter)
  • [1] … o OpenCage Geocoder (en)? É baseado em software de código aberto e dados abertos, claro que em OSM, entre outros. O registo é necessário e até 2500 pedidos por dia são gratuitos.

OSM nos média

  • Através dos projetos do Banco Mundial / GFDRR desde 2018, as equipas de Open Cities Africa formaram (en) > pt mais de 500 residentes urbanos, estudantes, e funcionários públicos para recolher dados sobre riscos, mapeando mais de um milhão de estradas, mercados, hospitais, canais, e outras características no OpenStreetMap. O objetivo é ter mais dinâmica local com participação de atores locais e coletividades para assegurar cidades mais resilientes a desastres e desafios ambientais.

Outras coisas “geo”

  • Acordar uma altura para o ponto mais alto do mundo tem sido sempre difícil. Diferentes dados geodésicos, padrões de levantamento, cobertura de neve variável, movimentos de placas e o estranho terramoto não tornam o problema mais fácil. Agora os cientistas chineses e nepaleses trabalharam juntos (en) > pt para produzir um novo número acordado para a altura do Monte Everest/Chomolungma/Sagarmāthā, e, aos 8848,86 m, este é um pouco mais alto do que os números anteriores.
  • Num novo livro, “Data Action – Using Data for Public Good”, a Professora Associada Sarah Williams lança (en) > pt um apelo à reflexão ética sobre dados hoje em dia.

Próximos eventos

Onde O quê? Online Data País
Missing Maps London Mapathon osmcalpic 2021-01-05
San Jose Virtual Civic Hack & Map Night osmcalpic 2021-01-08 flag
Bochum Bochum OSM-Stammtisch (online) osmcalpic 2021-01-07 flag

Nota: Se pretender ver o seu evento aqui, por favor coloque-o no calendário. Só dados lá colocados aparecerão no weeklyOSM. Por favor, verifique o seu evento na nossa pré-visualização pública, e corrija-a se necessário.

Este semanárioOSM foi produzido por AnisKoutsi, Elizabete, Nakaner, Nordpfeil, NunoMASAzevedo, PierZen, rogehm, TheSwavu, derFred.

4 thoughts on “semanárioOSM 543

  1. Tigerfell diz:

    The calendar links need an update. One out of three links was changed only.

  2. Querent diz:

    Darf man Fragen, ob der Geofabrikwerbelink von User Nakaner beigetragen wurde?

    1. segundonome diz:

      Vielen Dank für die freundliche Nachfrage und den offenen Kontakt – ohne Email und OSM-Namen. Sehr mutig! 😉 Das passt zur Frage und auch zu den haltlosen Anschuldigungen von letzter Woche.

      Der angesprochene Artikel wurde weder von Nakaner eingesammelt noch hat er zu irgendeinem Zeitpunkt eine einzige Silbe dazu geschrieben. Er hat auch zu keinem Zeitpunkt irgend einen Kommentar dazu geschrieben.

      Sind Sie nun zufrieden?

      1. terceironome diz:

        Ergänzung: Der Artikel wurde von jemandem geschrieben, der tausende Kilomenter von der Geofabrik entfernt lebt und ganz sicher noch nie Kontakte dorthin hatte.

Comments are closed.